Seja bem-vindo(a) ao Site da Paróquia São Geraldo

Acesse nossas Redes Sociais

Notícias

10/02 Notícias da Igreja JMJ 2023: com os símbolos “guardar todas as coisas no coração”
Compartilhar

A cruz peregrina e o ícone mariano “Salus Populi Romani” estão na diocese de Portalegre-Castelo Branco até ao dia 5 de março. Publicamos a crónica da primeira semana de peregrinação

Rui Saraiva – Portugal

Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) estão a peregrinar na diocese de Portalegre-Castelo Branco. Até ao próximo dia 5 de março a cruz peregrina e o ícone “Salus Populi Romani”, envolvidos pelo slogan “o Sonho de Chegar a Todos”, vão estar nos cinco arciprestados daquela diocese do interior de Portugal.

Aquando da receção dos símbolos no domingo dia 30 de janeiro, na passagem da arquidiocese de Évora para Portalegre-Castelo Branco, D. Antonino Dias, bispo daquela diocese, salientou que os símbolos “são importantes” e vão “sensibilizar não só a juventude, mas todas as comunidades” e “paróquias”.

Ouça e compartilhe!

“É sempre um desafio para ajudar a sensibilizar, a sacudir, e a agregar, e a pôr-nos em marcha em direção à jornada” – disse D. Antonino Dias, citado pela Agência Ecclesia.

O Comité Organizador Diocesano (COD) de Portalegre-Castelo Branco vai colaborar com a nossa rubrica, dando-nos um olhar semanal sobre a peregrinação dos símbolos da JMJ naquela diocese. Publicamos aqui a crónica da primeira semana.

Entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro, os Símbolos da JMJ estiveram na Igreja de São Lourenço, em Portalegre, por onde passaram inúmeros jovens, famílias, grupos de catequese, grupos paroquiais, elementos dos institutos de vida consagrada, IPSS, entidades civis, a comunidade académica do Instituto Politécnico de Portalegre, escuteiros e todos quantos não quiseram perder a oportunidade de viver este tempo de Graça.

À chegada a Portalegre, foram muitos os que quiseram marcar presença e os jovens fizeram-se ouvir com entusiasmo demonstrando toda a sua alegria em receber os Símbolos da JMJ. D. Antonino Dias, bispo da Diocese deu o mote: “Que não seja mais um momento de Graça que passa, ao qual nós não prestamos atenção. O Senhor passa, não Se impõe mas propõe-Se”.

De particular emoção foi a cerimónia de Ação de Graças pelo 45º Curso de Formação de Guardas do Centro de Formação de Portalegre, presidida por D. Rui Valério – Bispo da Diocese Castrense, Diocese das Forças Armadas e de Segurança – na qual foram batizados 3 elementos deste curso e 39 receberam o Sacramento da Confirmação. Nas palavras de um dos jovens, “foi uma experiência única”.

Para a comunidade alentejana, foi com surpresa e depois orgulho e deslumbramento que se viveu esta semana. Por terem entre si os Símbolos que já fizeram o percurso histórico que lhes conhecemos, puderam sentir-se como parte de algo maior que ultrapassa todas as barreiras territoriais.

Segundo o Cónego Emanuel Silva, Pároco de Nª Sª da Assunção, foi uma semana “com o coração cheio de gratidão pelo que Deus faz nas nossas vidas; regressámos [a casa e à vida] com a alegria que o Espírito sempre infunde nos que se deixam guiar pela Palavra de Jesus. E, com Maria junto à Cruz, aprendemos a guardar todas as coisas no coração”.

Para o P. João Maria Lourenço, Pároco de São Lourenço onde estiveram os Símbolos JMJ, acresce a emoção quase devocional, pelo seu significado: “a Cruz como centro da nossa fé e desafio à esperança; o Ícone de Maria, como a promessa da proteção materna e da consolação que ela nos oferece”. O P. João Maria espera que esta Peregrinação por todas as dioceses do país possa despertar os jovens e motivá-los para a participação na JMJ Lisboa 2023 e, consequentemente, para a aproximação a Cristo e ao Evangelho. Ao mesmo tempo lança o desafio a todos de abrirem o coração e a casa, acolhendo os jovens peregrinos que virão de todo o mundo.

A Peregrinação dos Símbolos continua agora no Arciprestado de Ponte de Sôr até ao próximo sábado, 12 de fevereiro, altura em que os Símbolos serão entregues ao Arciprestado de Abrantes.

Durante este período o Comité Organizador Diocesano (COD) de Portalegre-Castelo Branco vai publicar nas redes sociais um “Diário JMJ”.

Continuaremos a acompanhar na diocese de Portalegre-Castelo Branco a peregrinação em Portugal dos Símbolos da Jornada Mundial da Juventude. Uma atividade organizada pelo Departamento Nacional da Pastoral Juvenil da Conferência Episcopal Portuguesa.

Laudetur Iesus Christus

Vatican News

VEJA TAMBÉM