A Esperança

15 de maio de 2020

Do dicionário, a palavra “esperança” significa expectativa na aquisição de um bem que se deseja, mas na espiritualidade católica o sentido da palavra esperança nos remete à um significado maior, pois ela é considerada uma virtude teologal, juntamente com a caridade e a fé.

Presente na graça santificante que nos foi concedida no batismo, a esperança desempenha, portanto, um papel importante em nosso processo de conversão e santificação, pois ela nos ajuda, mesmo em meio às tribulações que temos que superar e obstáculos que temos que vencer, a desejar e a esperar tempos melhores e situações benfazejas, bem como a vida eterna que é “conquista das conquistas”.

Sem esperança, perdemos o sentido da vida e ficamos desorientados. Para tanto, a Sagrada Escritura na Carta aos Hebreus nos diz que a esperança é a âncora da alma (Hb 6, 19). Uma âncora é um item obrigatório para a navegação, pois ela é indispensável para manter firme e parada a embarcação. Para ilustrar, vale recordar que em meio às tempestades, ela é lançada ao mar, para oferecer estabilidade ao barco.

Da mesma forma, a esperança em nossas vidas também é um “item obrigatório”, precisamos tê-la conosco, seja onde formos, pois na hora das adversidades, das “tempestades” precisaremos usá-la.

FacebookWhatsAppTwitter