Mês de Março

3 de março de 2020

A Diocese de Itabira-Fabriciano realiza a 20ª Assembleia Diocesana de Pastoral, com o tema: “Povo de Deus em ação, para uma Igreja em saída”e o lema: “Coragem! Levanta-te, Ele te chama” (Mc 10,49). A participação é marca de nossa Igreja Diocesana. É uma Igreja viva, com a presença marcante do povo de Deus e caracterizada pelo envolvimento de muitas pessoas que assumem a missão nas diversas pastorais, nos movimentos e serviços, trabalhando na construção do Reino de Deus. Peçamos a intercessão de N. S. Aparecida, Padroeira da Diocese, pelo bom êxito da Assembleia de Pastoral, que acontecerá de 6 a 8 de março, no Recanto das Mangueiras.

Estamos vivendo o Tempo da Quaresma e precisamos, cada vez mais, de aproximarmo-nos de Jesus, para que possamos viver um tempo de conversão. Afinal, nesta caminhada, somos chamados, pela Igreja, a uma renovação interior. Vejo que todos os Cristãos Católicos precisam estar abertos à conversão para que consigam colocar em prática o amor de Jesus e para que possa contribuir para a construção do Reino de Deus.

A Quaresma é um tempo de escuta profunda da Palavra de Deus, a sua intervenção, em Cristo, que com o dom do seu Espírito nos renova interiormente, faz morrer em nós o pecado e nos oferece uma vida nova para ser celebrada na Páscoa de Cristo, mistério central da vida cristã.

Precisamos retomar o caminho de uma vida centrada na Páscoa de Jesus e estarmos dispostos a sempre nos renovar tanto no modo de pensar, como no nosso modo de conviver. É importante que nossas celebrações sejam sinais e expressões desse esforço para sermos, cada vez mais, pessoas renovadas e do jeito que Jesus ressuscitado recria no mundo. E nos unamos a todos e a todas os que estão envolvidos na Campanha da Fraternidade buscando conscientizar, à luz da palavra de Deus, quanto ao sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no Planeta, Casa Comum.

Procure participar do Sacramento da Confissão para que possa, de coração purificado, celebrar a Páscoa. O pecado provoca sempre uma ferida não só em nós mesmos, mas também em todo o Corpo de Cristo, que é a Igreja. Assim, o perdão nos restitui a amizade de Deus, a sua graça em nós, dando-nos a verdadeira paz interior.

O Papa Francisco nos ensina, com simplicidade e clareza: “Alguém poderá dizer: “Eu me confesso diretamente a Deus”. Sim, tu podes dizer a Deus: “Perdoa-me”, e dizer a ele teus pecados. Mas nossos pecados são também contra os nossos irmãos, contra a Igreja, e por isso é necessário pedir o perdão à Igreja e aos irmãos, na pessoa do sacerdote. “Mas, padre, tenho vergonha! Também a vergonha é boa, é “saudável” ter um pouco de vergonha” (Audiência na Praça de São Pedro, 19/2/2014).

O Papa tem convocado a Igreja do mundo inteiro a dedicar 24 horas ininterruptas ao Senhor nos dias (sexta-feira e sábado) que antecedem o Domingo da Alegria, o IV Domingo da Quaresma, neste ano nos dias 20 e 21 de março. No Regional III, isto acontecerá no Santuário do Senhor do Bonfim, no bairro Cidade Nobre, onde os fiéis são chamados para a oração e confissão nas “24 horas para o Senhor”.
Vivamos, pois, com confiança, este tempo quaresmal. Participemos das reflexões da Campanha da Fraternidade e rezemos para que todos os membros da Igreja estejam abertos e disponíveis para todos, para que possamos partilhar as dores e as angústias, as alegrias e as esperanças, e andar juntos no caminho do Reino de Deus

Muitas bênçãos de Deus, pela intercessão
de N. S. Aparecida e de São Geraldo!

FacebookWhatsAppTwitter