Semana Santa: momento em que caminhamos com Jesus

1 de abril de 2020

Vamos viver um dos momentos fortes de nossa História Salvífica: A Páscoa! Mas antes estaremos vivendo a Semana Santa, que nos aproxima mais e mais de Jesus, pois é o momento em que caminhamos com Ele desde sua entrada triunfal em Jerusalém, seu sofrimento, paixão e morte e, também, a expectativa da Ressurreição, a vida que vence a morte.

Assim nos fala o Papa Francisco: “Olhando Jesus, na Sua Paixão, nós vemos, como num espelho, os sofrimentos da humanidade e encontramos a resposta divina ao mistério do mal, da dor e da morte. Tantas vezes, sentimos horror pelo mal e pela dor que nos circundam e nos perguntamos como Deus permite o sofrimento e a morte, principalmente dos inocentes. Quando vemos as crianças sofrerem, sentimos uma ferida no coração. E Jesus toma todo este mal, este sofrimento sobre si.”

A Ressurreição também mostra, conforme explicou o Papa, que quando tudo parece perdido há ainda a intervenção de Deus. Segundo ele, os momentos mais difíceis da vida indicam a hora do despojamento total, mostram como o homem é frágil e pecador. É justamente, então, naquele momento, que não devemos mascarar a nossa falência, mas nos abrirmos confiantes à esperança em Deus como fez Jesus.

Pudemos, ao longo da Quaresma, viver o nosso “Deserto” e o Tempo de preparação para a Páscoa. Eis que chegamos a este momento esperado! Que as reflexões da Campanha da Fraternidade: sobre a Vida, como Dom e Compromisso, nos ajudem, nesta Páscoa, a estarmos mais comprometidos com a vida e com as opções de Jesus que são pela Justiça, o amor e Paz. Peço a você que observe as tantas ações de morte que estão presentes em nossa vida e que têm intensificado cada vez, com a cultura da intolerância, da violência e da discriminação. Enquanto cristãos católicos não podemos ser moldados pelo viés da violência e da exclusão. A vida deve estar em primeiro lugar seja de quem for, afinal o próximo é nosso semelhante. A intolerância produz guerra, desestrutura nações, destrói famílias e pessoas.

Estamos vendo o desmonte que acontece em nosso Brasil: Veneno na Comida, com a autorização de maior número de agrotóxicos, Privatização da Água, Mais Morte no Trânsito, Aprovação do uso de Armas e a Violência, Intolerância, Direitos dos trabalhadores retirados – Reforma da Previdência, Bolsa Família, Salário Mínimo com aumento abaixo da média, Crise na Educação e Saúde, Militarização do Governo, com pessoas do Exército ou ligadas à Segurança em cargos chaves, a submissão aos interesses norte-americanos que é demonstrada por vários atos do governo, Destruição do Meio Ambiente – a tentativa de entrega da Amazônia e a exploração da madeira, queimadas e a liberação de exploração Mineral e desmatamento em terras indígenas, desrespeito aos Direitos Humanos – discriminação da mulher e das minorias.

E fica a pergunta: Como viver verdadeiramente a Páscoa? Vida Nova? Num contexto de intolerância, incentivo à violência e desrespeito às pessoas – nosso próximo? Como nos falou a CF – 2020: Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso.

Renovemos a nossa ESPERANÇA para não nos desanimarmos e nem nos omitirmos e que o Cristo Ressuscitado fortaleça a todos e todas que seguem na luta por um mundo melhor de JUSTIÇA, PAZ E AMOR.

Na alegria e com esperança vivemos a 20ª Assembleia Diocesana de Pastoral que refletiu a caminhada da Diocese e a partir daí foram assumidas duas prioridades: PASTORAIS SOCIAIS/MEIO AMBIENTE E JUVENTUDE, para o quadriênio 2020-2023. Agora, ao longo deste período, vamos ajustar a Ação Pastoral para que possamos colocar em prática os encaminhamentos. Sigamos nossa caminhada, enquanto Igreja Particular, como“Povo de Deus em ação, para uma Igreja em saída” e com a motivação bíblica: “Coragem! Levanta-te, Ele te chama” (Mc 10,49).

Muitas bênçãos de Deus, pela intercessão de N. S. Aparecida e de São Geraldo!

Pe. Hideraldo Veríssimo Vieira – Pároco

FacebookWhatsAppTwitter