Solenidade da Sagrada Família

30 de dezembro de 2018

Após a Solenidade do nascimento de Jesus, celebramos na Oitava de Natal a festa da Sagrada Família e somos convidados a olhar para Jesus, Maria e José, e nos recordar a partir deles a importância espiritual e social da família.

Enquanto o pensamento mundano resume a família como conjunto de pessoas com interesses comuns que volúvel às mudanças sociais pode adquirir novos valores e formatos, a Igreja continua a defender o valor sagrado e inalienável da família para a integridade do indivíduo. A Exortação Apostólica Familiaris Consortio, do nosso saudoso São João Paulo II, que trata da função da família cristã no mundo de hoje, nos relembra que o “futuro da humanidade passa pela família” e que, portanto, “é indispensável e urgente que cada homem de boa vontade se empenhe em salvar e promover os valores e as exigências da família”. Diante de tão urgente e necessária tarefa, o pontífice invocou a intercessão da Sagrada Família de Nazaré, o molde e exemplo para todas as famílias cristãs.

Na solenidade que celebramos, urge contemplar a Sagrada Família, pois não há lição mais clara e exemplo mais perfeito sobre a vida familiar do que a Família de Nazaré. Nela encontramos o melhor modelo de sacrifício em nome do amor ao próximo e a Deus, de respeito e de generosidade, de compreensão e submissão amorosa à vontade divina. Sobretudo, na família de Nazaré vemos o melhor exemplo de santidade, a virtude das virtudes, e para tanto a chamamos de “sagrada”, que pelas suas qualidades, merece nosso profundo respeito e veneração absoluta. Neste dia rezemos: Jesus, Maria e José, nossa família vossa é! Sagrada Família, rogai por nós!00

FacebookWhatsAppTwitter

Veja também