Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

1 de janeiro de 2019

Em plena oitava de Natal, temos outro motivo de júbilo, celebramos neste dia a Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus. Essa memória nos remete ao primeiro dogma mariano proclamado, que tratou sobre a maternidade divina, no ano de 431 em Éfeso. Precisamente nesta época, um monge chamado Nestório duvidou que Maria fosse “Mãe de Deus” e difundiu a heresia que Maria era somente Mãe do homem Jesus.

Para evitar que os fiéis ficassem confusos ante a heresia, a Igreja sempre pronta a dar razão de sua fé, condenou as teses de Nestório e declarou solenemente no Concílio de Éfeso, que Maria é a “Mãe do Verbo encarnado, que é Deus”, e que sua maternidade não se refere a toda a Trindade, mas unicamente à segunda Pessoa, ao Filho que, ao encarnar-se, assumiu dela a natureza humana.

Nesta oitava de Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo e no primeiro dia do ano, que possamos contemplar o mistério da encarnação e refletir que na presciência divina, Deus quis se fazer filho de Maria, quis chamá-la de “mamãe”. Grande é a graça que temos nós, pois a mãe de Deus é nossa também!

Rezemos à Virgem Maria: “Mãe, que honra para nós chamá-la assim, como Jesus te chamou e chama. Neste dia, te pedimos que a senhora possa nos gestar também, pois desejamos ter intimidade contigo como Nosso Senhor teve no seu ventre e precisamos estar ligados a ti mãe, porque só assim faremos tudo que Jesus nos disser”.

Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós!

FacebookWhatsAppTwitter

Veja também