Imaculada Conceição

8 de dezembro de 2020

A Igreja se encontra em júbilo pois celebramos hoje, 8 de dezembro, a Solenidade da Imaculada Conceição de Maria, festa que nos remete a um fato marcante, a proclamação solene desta afirmação como Dogma de Fé, que foi uma providente resposta ante os debates teológicos sobre a concepção da Virgem Maria.

Nesse dia, em 8 de dezembro de 1854, o Magistério eclesiástico proclamou, definindo a fé sempre professada pela Igreja conforme o testemunho das Escrituras, da Tradição Apostólica e do ensinamento dos Santos Padres, que a Virgem Maria, desde o primeiro instante de sua concepção, foi preservada imune de toda mancha de pecado original.

Tal privilégio lhe foi concedido em atenção aos méritos futuros de Nosso Senhor Jesus Cristo, redentor do gênero humano: “O amor redentor do seu Filho abraçou-a e penetrou-a, já desde o primeiro momento da concepção por parte dos seus pais terrenos”, afirmou São João Paulo II.

De forma preventiva, Maria foi salva da mancha do pecado e de suas consequências, tendo em vista sua missão de ser a genitora do “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, e afinal, “pode o puro [Jesus] vir de um ser impuro? Jamais!” (Jó 14,4).

Portanto, a lógica do dogma é essa: Cristo sem pecado, só poderia ter nascido de uma carne sem pecado. Sendo ela, a nova “Arca da Aliança” (Cf. Dt10, 3) também ela não deveria conhecer a corrupção.

Neste dia nos juntemos a aclamação universal da Imaculada Conceição de Maria. Louvemos ao Senhor por ter nos dado Sua mãe aos pés da Cruz, uma mãe que conheceu a onipotência de Deus pois “Ele fez n’ela maravilhas”, inclusive a modelou no ventre de Ana sem a mancha do pecado original!

Livre do pecado, Maria é toda de Deus, totalmente esvaziada por Ele, cheia de Sua graça e plena do Seu amor, que podendo gozar somente da presença dos anjos e santos, anseia estar entre seus filhos limitados e pecadores para nos transmitir sua santidade, e nos formar à medida que Nosso Senhor Jesus foi formado n”Ela!

Viva a Imaculada Conceição!

FacebookWhatsAppTwitter

Veja também