Sacramento da Crisma é realizado na Paróquia São Geraldo

8 de junho de 2021

A “Confirmação, como o Batismo, imprime na alma do cristão um sinal espiritual ou caráter indelével; razão pela qual só se pode receber este sacramento uma vez na vida” (CIC), 1317.

No dia 06 de junho (domingo) na Igreja Matriz de São Geraldo Magela em Ipatinga (MG), aconteceu em duas Missas à celebração do Sacramento da Crisma para 100 jovens que concluíram suas etapas de catequese. Presididas por Dom Marco Aurélio Gubiotti, bispo da Diocese de Itabira – Cel. Fabriciano, ambas foram concelebradas pelo pároco, Pe. Aloisio Vieira que também é Vigário Geral da Diocese, contou também com a assistência dos Diáconos Permanentes Henrique Armstrong Carvalho Rodrigues e Márcio Rogério Vieira Honorato. Foram realizados todos os cuidados necessário e seguindo as orientações de biossegurança para evitar a transmissão do covid-19 (Coronavírus), como distanciamento, sendo um crismando em cada banco e assim, também, com seu padrinho afastado na medida necessária. Para evitar aglomeração, familiares e o público em geral foram orientados a não comparecerem, mas puderam acompanhar pelas mídias sociais da Paróquia.

Em sua reflexão, Dom Marco Aurélio destacou que o crismado deve estar consciente do seu lugar na Igreja, comunidade eclesial, e do seu dever de testemunhar o Cristo sendo sal da terra e luz do mundo. E completando disse:

renovar a nossa fé e ungir os jovens é um chamado a ser discípulo missionário, e esse chamado se faz através do Espirito Santo do qual recebemos esse apostolado.

Prosseguindo diz que no Batismo, já recebemos o Espírito Santo, mas a Crisma aperfeiçoa a graça batismal no sentido de torná-la “madura”, plenamente desenvolvida. Na Crisma, o Espírito que nos tinha sido dado como vida, nos é dado como força divina, que nos dá a capacidade de testemunhar Jesus, de anunciar o Evangelho e assumir ativamente nosso lugar na comunidade eclesial. Por isso se diz que a Crisma confirma o Batismo.

Após a homilia, Dom Marco seguiu a cerimônia com o rito da crisma com a renovação das promessas batismais e, auxiliado pelo Pe. Aloisio Vieira, cada qual em seu devido lugar, foi ungido na fronte com o óleo do Crisma os crismandos.

Vale ressaltar que a presença do Bispo Diocesano neste momento importante permite estar mais próximo e vem confirmar o trabalho de evangelização realizado na comunidade paroquial. É no Sacramento da Crisma que acontece, de fato, a decisão pelo seguimento à Cristo. Quem se decide livremente por uma vida como filho de Deus e pede o Espírito de Deus, sob o sinal da imposição das mãos e da unção com o óleo do Crisma, obtém a força para testemunhar o amor e o poder de Deus com palavras e atos.

Ao final da celebração, o Pe. Aloisio Vieira agradeceu o empenho e dedicação de cada catequista na caminhada missionária e evangelizadora da Paróquia, e se dirigindo aos neos crismandos falou que este sacramento não é uma formatura, uma diplomação e nem um ponto final de caminhada, mas um ponto inicial de se inteirar e ajudar nos serviços da comunidade eclesial.

 

Texto: Vilton Cantarino Silva
Fotos: Adelaide Santos, Maria de Lourdes Messias e Ademir Lourenço
Pascom (Pastoral da Comunicação)

FacebookWhatsAppTwitter

Veja também