Transfiguração do Senhor

6 de agosto de 2020

Hoje, 6 de agosto, a Igreja celebra a Festa litúrgica da Transfiguração do Senhor. Neste dia, somos convidados a contemplar este episódio da vida de Jesus, que é narrado por Mateus, Marcos e Lucas.

Segundo os evangelistas, 40 dias antes da Sua crucificação, Jesus convidou três de seus apóstolos, Pedro, Tiago e João, subiu com eles ao Monte Tabor, e ali se transfigurou (se tornou luminoso, resplandecente) diante deles. Extasiados com a glória que envolvia o Cristo, visualizaram também Moisés e Elias, e escutaram de uma nuvem, a voz de Deus Pai que dizia: “Este é o meu Filho amado, no qual eu pus todo meu agrado. Escutai-o!” (Lc 9, Mc 6, Mt 10).

Sobre esse fato, o Catecismo da Igreja Católica vai nos dizer que “a transfiguração nos dá um antegozo da vinda gloriosa de Cristo, que transfigurará o nosso corpo miserável para o conformar com o seu corpo glorioso” (§556). Porém, nos recorda também que temos de passar por muitas tribulações para entrar no Reino de Deus.

Nesse aspecto, entende-se que a Transfiguração nos aponta a teologia da divinização do homem, pois no Tabor, Nosso Senhor reveste a humanidade de Sua glória, e ao fazer isso na presença de Pedro, Tiago e João, Jesus garante que a memória de Sua glorificação seja testemunhada e provoca nos apóstolos, o desejo de viver tendo como meta a união definitiva com Ele, assim como Moisés e Elias, na glória eterna.

Diante dessa celebração, peçamos ao Senhor as graças necessárias para que vivamos nesta terra com o coração nas coisas do alto (Cl 3, 1-4).

FacebookWhatsAppTwitter

Veja também