Maio: mês de Maria, nossa Mãe

3 de maio de 2019

Temos como tradição dedicar este mês a Maria, a mãe de Jesus. Como é bom poder celebrar essa mulher que é para todos os cristãos Católicos um exemplo da disponibilidade, ante ao apelo de Deus. O sim de Maria foi o início da história da nossa salvação.

A fé de Maria está ligada à sua docilidade à vontade divina. Crendo na Palavra de Deus, pôde acolhê-la plenamente na sua existência e, mostrando-se disponível ao soberano desígnio divino, aceitou tudo o que lhe era requerido do Alto. A presença da Virgem na Igreja encoraja assim os cristãos a porem-se cada dia à escuta da Palavra do Senhor, para compreenderem o seu plano de amor e para realizar esse plano.

O Papa Paulo VI assim nos falou: “A Virgem Maria sempre foi proposta pela Igreja à imitação dos fiéis não precisamente pelo tipo de vida que levou, dentro do ambiente em que viveu, hoje superado, mas sim porque ela aderiu totalmente à vontade de
Deus,porque soube acolher a sua palavra e pô-la em prática,porque a sua ação foi animada pela caridade e pelo espírito de serviço, porque foi a primeira e mais perfeita discípula de Cristo”.

A devoção a Nossa Senhora é muito rica e benéfica para todos nós. Que possamos buscar viver os ensinamentos de Maria e que, a exemplo dela, possamos colocar a nossa vida a serviço. Pois é desta forma que vamos poder perceber o que Deus quer de
cada um de nós e deixaremos de fazer a nossa vontade e faremos a vontade de Deus. Que a exemplo de Maria possamos rezar todos os dias: “Eis aqui a serva (o) do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra”.

“PORQUE COROAMOS A IMAGEM DE NOSSA SENHORA?” A devoção que a Igreja tem de coroar a imagem da Virgem Maria em muitas datas em que celebramos uma festa a ela dedicada, em especial no mês de Maio, é muito antiga.

Este gesto quer externar o carinho que sentimos pela Mãe de Jesus e nossa Mãe. Não se trata de uma devoção vazia de sentido, e nem mesmo a consideramos uma deusa, pois Maria não é um fim em si mesma. Não é meta, mas é sinal. Sua missão é sempre nos apontar Jesus. Ela é a aurora que antecede a luz radiante do magnífico Sol que é Cristo.

Coroamos a sua imagem, porque em nosso coração Ela tem um lugar especial, pois pelo seu “fiat” (faça-se) Deus torna-se Homem em seu seio virginal. Ao anúncio do Arcanjo Gabriel, que falou-lhe claramente: “o santo que vai nascer de ti será chamado filho de Deus” (Lc 1,35), Maria não titubeia e se coloca como serva, não só com palavras, mas logo vai ao encontro de sua prima Isabel, que ao receber sua visita, exclamou: “donde me vem esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor?” (Lc 1,43)
Coroamos a imagem de Maria, como gesto simbólico, para, desejosos, aprender com ela a cantar as maravilhas de Deus, no nosso dia a dia, reconhecendo-O como Deus Vivo: “Minha alma glorifica o Senhor e meu espírito exulta em Deus meu Salvador” (Lc 2,47).

POR TUDO ISSO É QUE COROAMOS A IMAGEM DE NOSSA SENHORA, A MÃE DE JESUS E NOSSA MÃE”.

(Fonte: Site Catequizar)

Muitas bênçãos de Deus!
Contamos com a intercessão de N. S. Aparecida e São Geraldo! Rezem por nós!

Pe. Hideraldo Veríssimo Vieira – Pároco
Pe. Sérgio Henrique Gonçalves – Vigário Paroquial

FacebookWhatsAppTwitter

Veja também